Câncer de pele

O câncer de pele é sempre uma grande preocupação em um País tropical como o Brasil. Pode se manifestar desde uma pequena “pinta” que cresce até mesmo pequenas lesões que não curam com nenhum tipo de tratamento com cremes e pomadas e que devem ser submetidas a biópsia para o confirmar o diagnótico. O tratamento destas lesões é preferencialmente através da Cirurgia. Com a retirada da lesão com margem de segurança. Em alguns casos se emprega a cirurgia chamada micrográfica de mohs que consiste na retirada do câncer de pele e a análise imediata das margens de segurança de tecido livre do tumor através de uma análise do médico patologista (exame anatomopatológico). Depedendo do tipo, tamanho e localização do tumor pode ser necessário a rotação de retalhos ou enxertos para a reconstrução do local da retirada.

A maioria dos câncer de pele chamados carcinoma basocelular ou carcinoma espinocelular de pele são retirados com anestesia local e sedação (o paciente dorme e não vê a cirurgia plástica). Em alguns casos com maior extensão pode se optar por anestesia geral. Ficando esta decisão a cargo do médico Anestesista.

 

Quer agendar uma consulta com o Dr. Fernando Mattioli?
Clique aqui e agende sua consulta médica.

Quer tirar dúvidas?
Clique aqui e tire suas dúvidas.

 

E-book

Cadastre-se aqui para receber nossos Ebook com mais detalhe sobre sua cirurgia plástica

Unidades do Instituto Mattioli de Cirurgia Plástica